segunda-feira, 21 de agosto de 2017

QUANTAS VEZES DEVO ENSINAR UMA NOÇÃO MATEMÁTICA?

A duração do estudo de cada noção dependerá do tempo que os alunos necessitarão para compreendê-la.(LORENZATTO, 2011 p.12) 


"A criança organiza a relação corpo-espaço, verbaliza-a e chega assim a um corpo orientado que lhe servirá de padrão para situar os objetos colocados no espaço ao seu redor, e a orientação dos objetos faz-se, para a criança, em função da posição atual do seu próprio corpo. Esta primeira estabilização perceptiva é o trampolim indispensável sem o qual a estruturação do espaço não pode efetuar-se".(SMOLE; DINIZ; CÂNDIDO, 2003, p.16).



A criança aprende pela sua ação sobre o meio onde vive: a ação da criança sobre os objetos, através dos sentidos, é um meio necessário para que ela consiga realizar uma aprendizagem significativa. Apesar de esse tipo de ação não garantir que haja uma aprendizagem significativa, ele é indispensável para que ela possa ocorrer; (LORENZATTO, 2011 p.11)

 Para além das manifestações de expressão e do desenvolvimento da linguagem oral e corporal, o próprio desenvolvimento da noção de espaço está envolvido em atividades que propiciem movimento para a criança. Isto porque o corpo é o primeiro espaço que a criança conhece e reconhece e as explorações do espaço externo a ela própria são primeiramente feitas a partir do corpo.
 Noções como proximidade, separação, vizinhança, continuidade estão numa série de qualidades que se organizam numa relação de pares de oposição tais como: perto/longe; parte/todo;dentro/fora; pequeno/grande. O espaço para a criança vai tomando  forma e sendo elaborado de acordo com as explorações que faz do mundo que a rodeia. A própria geometria, num primeiro momento, pode ser vista como imagens que se percebem através dos movimentos; portanto, podemos dizer que a primeira geometria é constituída pelo corpo.(SMOLE; DINIZ; CÂNDIDO, 2003, p.15-16).


Professora: Cristina Momoli

REFERÊNCIAS


SMOLE, Kátia Cristina Stocco; DINIZ, Maria Ignez; CÂNDIDO, Patrícia. Matemática de 0 a 6v.3. Porto Alegre: Artmed, 2003.



LORENZATO, Sergio. Educação infantil e percepção matemática. Campinas, SP: Autores associados, 2011.- (Coleção Formação de Professores)




Nenhum comentário: